Há um complexo mecanismo de sobrevivência psíquica, que tem por função proteger o indivíduo, não é em qualquer momento, lugar e companhia, que a pessoa se permite sentir sua verdadeira emoção.

 

Somente depois que o processo cognitivo termina que, a complexa bioquímica das emoções é ativada. Esse raciocínio pessoal sofre uma série de influências.


Esta funcionalidade explica o fato das pessoas sentirem diferentes emoções diante de um mesmo acontecimento.


O que prevalece é a percepção de cada pessoa diante da situação, e então determinada emoção é sentida e reagida.